sábado, 30 de maio de 2009

SOS Portimão no Jornal "O ALGARVE"

SOS Portimão no Jornal "O ALGARVE", última edição impressa.

Não basta gastar 133.984,00 Euros para trazer o carrossel a Portimão. É preciso saber se não haverá outras necessidades mais imperiosas a resolver, como o desemprego e a fome.

Sr. Presidente, pense no amanhã e seja mais comedido nos gastos pois um dia poderá ter falta daquilo que hoje esbanja.

E falando em gastos o Marafado pede a V. Ex.ª que não se esqueça de mandar reparar (com o nosso dinheirinho…), com brevidade, a calçada destruída pelas máquinas.

2 comentários:

ISA disse...

O Algarve tem jornal? Eu nunca imaginaria! Então Portimão tem alguma coisa de valor, assim? A arte de escrever eu começei ai a aprender, na primária, mas vim acabar aqui em Almada onde vivo há 45 anos e tb em Lisboa.
Um jornal é um grande vector de comunicação... então vamos a isso. Escrevam, informem o povo. Nem todos os algarvios têm pc e muito menos a net.
Jinhos
Isa
Algarvia descontente

ISA disse...

Já agora que aqui estou apreveito para deixar um poema:


ALGARVE, MINHA TERRA


Minha terra, meu Algarve,
Como tu estás diferente!
Tormaste-te hostitaleira, mas
Todavia menos crente...!
Os teus filhos te abandonaram, mas
Logo outros te adoptaram, porque
És grande a valer!

Esses teus filhos de outrora,
Orgulham-se de ti agora,
Por aquilo que lhes fazes ver...

O teu nome é eterno, o teu seio
Acolhedor, por isso, os que te conhecem
Todos te têm amor!

As tuas praias são as melhores,
As suas águas, as mais quentinhas,
Sem contar com o sol, as areias e
as conchinhas!
As algas, essas ervinhas, que enervam
O nadador, são todavia fresquinhas,
Mesmo antes do sol se pôr!

Autora: Isabel Moreira
11-09-1982